Profissional de saboaria artesanal, loira de cabelos curtos, sorrindo.

Fernanda Paques

Olá, tudo bem?

Gostaria primeiramente de me apresentar antes de falar sobre o maravilhoso mundo da saboaria artesanal pra que vocês possam conhecer a minha história.

Eu me chamo Fernanda Paques, sou do interior de São Paulo, tenho 44 anos, sou casada e tenho um filho pequeno de 3 anos. Eu sempre falo pra ele que ele é a “alegria da mãe”.

Sempre fui admiradora do trabalho do Peter Paiva, que é a grande referência em saboaria e acompanho o trabalho dele faz muito tempo.

Comecei nesse mundo da saboaria há 3 anos atrás, quando eu estava esperando o meu filho e queria fazer uma lembrancinha de nascimento pra ele. Fiz um mini sabonete líquido que ficou uma graça.

Depois disso fiz vários cursos, inclusive alguns com o Peter Paiva, que é muito legal.saboaria artesanal para maternidade, nas cores azul e branco.

Também fiz um curso de pintura de frutas com a Tiane Fontaine na loja do Peter Paiva em Campinas. É show, ela é muito boa! Sempre estou fazendo cursos e assistindo vídeos, porque o tempo todo a gente aprende alguma coisa.

E o curso mais recente que eu adquiri foi o de mídias sociais para artesanato, para aprender sobre esse mundo das mídias sociais.

Se você quer aprender a usar o Instagram, Facebook, Whatsapp, Pinterest, Elo7 e Youtube de forma correta para vender seu artesanato, clique aqui e conheça o Mídias Sociais Para Artesanato. 

 Saboaria Artesanal

Não é só os sabonetes, mas também sabonete líquido, aromatizador de ambiente, difusor de aroma, água para lençol. Tem bastante coisas pra poder fazer. Hoje vou falar sobre: sabonete artesanal.

Vou começar falando um pouco sobre a história do sabonete.

Os historiadores acreditam que o sabão tenha sido criado pelos fenícios por volta de 600 A.C. Nessa época, o produto era feito por meio de gordura de carneiro e substâncias contidas nas cinzas solúveis em água.

O nome “sabonete“ teve origem na França, onde eram colocados cores e aromas, como nós conhecemos hoje.

A palavra “saboaria” quer dizer fábrica de sabão.

A saboaria artesanal tem crescido muito nestes últimos anos. Isso ocorre porque é um produto de excelente qualidade e fácil de fazer. Segundo dados, o Brasil é o segundo maior mercado de cosméticos do mundo.

Saboaria artesanal: sabonete em formatos de flores, nas cores rosa lilás e branco.

Os sabonetes artesanais são ótimos para a pele, são exclusivos, e podem ser uma ótima fonte de renda. Eles são bastante procurados para lembrancinhas de casamento, chá de bebê, dia das mães, dia dos namorados, dia dos pais e para presentear quem você gosta com um produto exclusivo, bonito e cheiroso.

 

 

Você pode perguntar: por onde começar?

 

Eu sugiro que você comece pesquisando sobre os sabonetes artesanais.

Procure fazer cursos, de preferência faça um presencial, se não puder assista vídeos no You Tube.

Primeiro defina o que você quer fazer, porque senão a gente vai querer comprar tudo o que vê, e aí vai perder dinheiro. O mundo da saboaria é encantador, você acaba se empolgando e compra um monte de coisas que depois nem usa e acaba se perdendo, porque os produtos tem validade.

Eu mesma já perdi muito produto porque me empolguei na compra.

 

Alguns materiais básicos necessários pra começar a fazer sabonete:

 

 

Fogão elétrico para derreter a glicerina, para a saboaria artesanal– Fogão elétrico: ele aquece o fundo da panela uniformemente na temperatura exata. Não deixe ferver a glicerina.

*Não derreta em banho-maria; o vapor pode contaminar a glicerina e com isso aumenta a probabilidade do sabonete transpirar.

*Não derreta no micro-ondas, pois a glicerina ferve de dentro pra fora fazendo com que ela fique ressecada e transpire muito.

*Não derreta direto no fogão tradicional, pois a chama é forte demais e pode queimar a glicerina.

 

Panela esmaltada: recomendada para auxiliar no derretimento da base glicerinada

*Não utilize panela de inox, pois eleva muito a temperatura.

*Não utilize a panela de alumínio ou teflon, pois soltam resíduos.

*Não utilize panela de vidro, pois aquece muito e adere a glicerina ao recipiente.

 

-Base para corte da glicerina: uma boa opção é um retalho de mármore, ou alguma pedra lisa.

Nas marmorarias eles costumam dar de graça.

 

– Faca de inox ( sem serra, sem corte e sem ponta):

Ela é utilizada para cortar a glicerina em cubos e também para fazer detalhes no sabonete.

 

– Espátula de silicone ou colher de inox: ela auxilia no derretimento e também para homogeneizar a glicerina quando está quente e no estado liquido.

*Não utilizar espátulas de madeira, plásticos finos e descartáveis, pois aderem e podem soltar resíduos.

 

– Becker (graduado): usado para medir o volume dos líquidos adicionados à glicerina. Eu recomendo o mais simples de 100ml.

 

– Formas: madeira, silicone, esferas de alumínio, acetato.

As de madeira são usadas para fazer as barras.

As de silicone são mais fáceis de desenformar e tem uma variedade bem grande.

Esses são os que chamamos de ”material de apoio”.

 

Matéria-prima para fazer o sabonete:

 

Ferramentas para fabricação dos sabonetes

– Base glicerinada: transparente e branca

– Essências

 

 

materiais para produção de sabonetes como : corantes e pigmentos cosméticos e extrato glicólico

– Corante cosmético

– Pigmento cosmético

 

 

 

– Extrato Glicólico

– Lauril líquido concentrado

 

 

 

– Manteiga vegetal

– Óleo vegetal

 

 

– Ervas, flores e sementes desidratadas

Ufa! Quanta coisa! Por isso, é preciso fazer um bom planejamento para não perder dinheiro.

 

Outra pergunta que se faz muito é: como vender?

– Divulgue para seus amigos e família.

– Capriche  nas fotos e post na suas redes sociais (As fotos são muito importantes, as pessoas não podem sentir o perfume , então elas tem que se encantar com o seu produto através das fotos).

– Faça um chá de amigas e mostre os seus trabalhos, você pode também fazer um sorteio.

– Participe de grupos de vendas no facebook, pode ser uma boa oportunidade de mostrar o seu trabalho.

– Exponha em feiras e eventos da sua cidade, ou de outras cidades.

– As datas comemorativas são uma ótima oportunidade de venda!

 

Veja também esse artigo: Calcule o preço de venda do seu artesanato

 

Quanto cobrar?

Frutas feitas de sabonetes, com a técnica de saboaria artesanal

 

Coloque todos os custos como: material, tempo de produção, embalagem, seu salário. Coloque tudo na ponta do lápis, para não vender barato demais e depois não ter dinheiro para comprar mais material.

 

E não se esqueça:

 

 Valorize o seu trabalho!

 

Agora é só começar a produzir e eu tenho certeza que você vai se encantar com esse mundo da saboaria artesanal.

 

Um grande abraço e boa sorte!

 

Fernanda Paques

Ateliê Aromadas Estações