Mulher branca com cabelo longos escuros, com colar feito artesanalmente

Aline Camila

Se  você foi uma das milhares de pessoas que perderam o emprego por causa da crise, bem vinda ao time! Eu também perdi o meu! Mas hoje vivo do meu artesanato!

Isso mesmo! Até dezembro de 2015 eu era professora universitária e artesã nas horas vagas. Com as dificuldades para se conseguir o FIES, os alunos sumiram e eu juntamente com vários outros professores fomos demitidos!

E agora o que fazer?

Foi uma das melhores coisas que me aconteceu no ano passado!

Ser demitida me permitiu buscar novos sonhos e alcançar novos objetivos como por exemplo esse blog que você está visitando nesse momento.

Sei que perder o emprego não é nada bom, mas se isso já aconteceu, é hora de parar, pensar, refletir e traçar novos objetivos para a sua vida.

Quando você tem uma renda fixa, você acaba às vezes levando a vida sem muito planejamento, como eu mesma já fiz muito.

Mas à partir do momento que essa renda passa a ser variável, se você não fizer um planejamento e se organizar, as contas poderão sair do controle como vem acontecendo com boa parte dos brasileiros nesse momento.

A crise vem reduzindo dia após dia as oportunidades de emprego em nosso país, e o artesanato nesse momento, surge como uma possibilidade de renda com baixo custo e ganho razoável.

Se você chegou até o Ateliê Escola, certamente você deve gostar de artesanato, e eu tenho uma ótima notícia pra você:

O artesanato brasileiro vive nesse momento uma de suas melhores fases.

Nunca se viu tantos cursos, ferramentas, materiais, lojas físicas e virtuais de produtos específicos para artesanato, disponíveis no mercado como hoje.

O fato de você morar em uma cidade pequena que não tenha lojas especializadas em materiais para artesanato, não é mais um problema. Desde que você tenha acesso à internet, você pode comprar todo o material necessário para produzir as suas peças, e receber ai no conforto da sua casa através dos correios.

Para conhecer algumas lojas de produtos artesanais pela internet, visite nossa página Onde Comprar.

Da mesma forma que hoje você tem a possibilidade de comprar os materiais sem sair de casa, você também pode fazer o mesmo para vender os seus produtos.

Você sabia que você pode ter uma loja na internet para vender seus produtos para todo o país sem pagar nada inicialmente?

Pois é, isso é possível e ainda existe muita gente que não sabe disso!

A elo7 é uma plataforma online de vendas de produtos artesanais, onde qualquer pessoa como eu e você podemos ter uma loja lá.

Se você já é artesã e quer saber mais informações sobre a elo7 e como abrir sua loja lá, acesse o artigo 5 dicas essenciais para você vender cada vez mais o seu artesanato.

Mas ter uma loja virtual não é garantia de vendas!

Quero te dar algumas dicas importantes par você driblar a crise e ganhar dinheiro com artesanato:

1. Escolha do Nicho

O que é nicho?

Nicho é a fatia do mercado em que você vai atuar. Resumindo: o tipo de artesanato que você vai fazer.

Você é uma pessoa de múltiplos talentos? Sabe fazer vários tipos de artesanato?

Saiba que isso é bom, mas você  tem saber lidar bem com isso!

Como assim?

O fato de você saber fazer várias técnicas te permite atuar em várias ocasiões e datas comemorativas como páscoa, dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, natal,… Mas podem acabar te sobrecarregando e te deixando sem tempo para curtir a família e outras coisas que você tanto gosta. Por isso é muito importante a escolha do nicho!

Tenha em mente que fazer muito nem sempre trará um retorno satisfatório. Muitas vezes o pouco, feito com planejamento e qualidade trás um retorno bem maior.

A escolha do nicho de atuação deve ser baseada em alguns aspectos como:

· Sua afinidade com a técnica;

· O mercado de venda para esse produto;

· Uma análise do custo de produção em relação ao preço de venda.

 

Sua afinidade com a técnica

Não adianta você querer atuar em um nicho só por que ele é mais rentável, se você não possui nenhuma afinidade com essa técnica. Certamente você produzirá peças de baixa qualidade e não venderá tanto quanto deseja.

Mas também não adianta você atuar em um nicho que você gosta se ele não te der um retorno satisfatório.

O segredo nesse caso é manter um equilíbrio entre o que você gosta de fazer e o que é rentável.

O mercado de venda para esse produto

Antes de escolher o nicho, faça uma pesquisa sobre o que você tem intensão de produzir.

1. Ele é um produto que você tem condições de vender o ano todo?

2. Ele é um produto que as pessoas comprariam mesmo em tempos de crise?

Dois nichos que eu sugiro para você atuar é o de BEBÊ e o de CASAMENTO.

As pessoas podem estar enfrentando a crise que for, mas na hora do nascimento do seu bebê ou do seu casamento, elas darão um jeito vão gastar com vários itens para satisfazer seus desejos.

Esses dois nichos te permitirão atuar o ano inteiro, pois bebês nascem todos os dias e pessoas se casam o ano todo. Além disso eles possuem vários subnichos nos quais você pode atuar como:

Para bebês:

· Bolsas maternidade em tecido;

· Fraldas e mantas pintadas;

· Lembrancinhas em biscuit, em feltro,…

· Álbuns em scrapbook ou encadernação artesanal,…

Para casamento:

· Lembrancinhas em MDF;

· Flores em E.V.A.;

· Garrafas decoradas;

· Álbum em scrapbook ou encadernação artesanal,…

Enfim, use a sua criatividade e dê asas à imaginação.

 

Uma análise do custo de produção em relação ao preço de venda

Qualquer peça que você vá produzir, é muito importante que você leve em conta o custo não só do material, mas também do seu tempo de produção. Isso mesmo, o seu tempo gasto na produção da peça deve contar como um custo que deve ser considerado na hora do cálculo do preço de venda.

Mas se a peça que você deseja produzir possui um alto custo de produção o que implicaria em elevar muito o preço de venda para obter um lucro razoável, analise bem se há mercado suficiente para ela. Do contrário, mude o subnicho de atuação.

Para saber mais sobre como calcular o preço de venda das suas peças, clique aqui.

 

Se você está gostando desse artigo,venha fazer parte da nossa lista VIP. 

Receba as nossas dicas GRATUITAS sobre como utilizar as novas mídias para vender o seu artesanato. Para receber nossa dicas direto no seu whatsapp clique na imagem abaixo e me envie um zap como seu nome e o tipo de artesanato que você faz!

 

Escalope rosa com a frase quero ser vip agora em branco.

 

Seja VIP e fique por dentro de todas as nossas novidades

 

Veja também alguns artigos como:

 Crochê como profissão

Descubra os diversos nichos do scrapbook!

Patchwork, Patchaplique e Prensa Térmica

Pintura em tecidos

Espaço KIDS em casamento.

Visão periférica e casamento.

Vintage, Rústico, Boho e Shabby chic

 

Todos os nossos artigos são elaborados para atender às suas necessidades de conhecimento. Portanto, o seu comentário é muito importante pra nós!

Deixe abaixo a sua crítica, sugestão e o que mais desejar para que possamos cada vez mais produzir conteúdo útil e pra você artesã.

Tchau e até o próximo artigo!

Aline Camila.