Mulher branca com cabelo curto escuros, de óculos.

Dirce Melo

 

Aqui estamos nós novamente com mais sugestões para você que é artesã (o) e quer ampliar, aprimorar ou descobrir novos nichos de criação dentro do mundo mágico que é o das noivas.

Cada vez mais me certifico de que é preciso enxergar além da visão, já ouviu falar em visão periférica?

 

Visão periférica é enxergar o que está ao redor daquilo que é o foco, logo, é a capacidade de ver o que está desfocado, ou seja, fora do foco. A pessoa vê o que está a sua frente (foco), mas enxerga também o que está ao redor.

 

Pois bem, para mim funciona assim: olhar da esquerda para a direita, da direita para a esquerda e dar a volta inteira, aí consigo ter uma visão completa do que há ao meu redor. Faço isso se necessário, repetida vezes para memorizar os destaques e então parto para os detalhes e esses não podem ser esquecidos nunca! O que seria de uma festa sem os detalhes?

Fui convidada para auxiliar a grande e maravilhosa decoradora de festa Laura Savitci, da empresa Bele Èpoque, nesse fim de semana que passou e fiquei encantada com a riqueza de detalhes que torna suas decorações encantadoras. Quem já leu meus artigos por aqui já devem ter percebido a minha insistência sobre o “olhar apurado”, pois sou assim e creio nessa arma poderosa nos negócios.

O evento se deu numa fazenda, na cidade de Itu, SP. Claro que a Mesa dos Doces/Bolo me chamou a atenção e olhei demoradamente para ela. Ah! A Mesa da Família também me encheu os olhos com os trilhos de mesa com seus arabescos lindamente bordados e as peças de família estrategicamente colocadas, mas minha visão periférica me apontou coisas diferentes e novas.

A noiva apareceu para apreciar o trabalho usando um roupão de estampa maravilhosa e de repente a mãe e irmã da noiva, uma madrinha e outra e mais outra… todas usando roupões iguais. Vi as doceiras colocando os docinhos em belas forminhas feitas artesanalmente. Os menus

 

Menu personalizado.

 

apresentados graciosamente em trabalho de papelaria artesanal (scrap). Nos banheiros, à disposição os kits Ressaca,

 

 trabalho de papelaria artesanal (scrap). Nos banheiros, à disposição os kits Ressaca,

 

na pista de dança sacolinhas com chinelos, no espaço da cerimônia, sobre os bancos estavam lindos saquinhos com lencinhos para as “lágrimas de alegria”…
Amo cantinhos decorados! Nessa festa tinha alguns. Gostei dos porta-retratos, trabalho de artesãos, sem falar nas garrafas pintadas em tons de dourado e prata e o que dizer dos porta-velas feitos de garrafas pequenas cortadas um pouco mais alta, pois eram para área externa e percebia-se que a vela foi preparada ali dentro. Sem esquecer das plaquinhas rústicas que fazemos em nosso ateliê, encomendadas pela decoradora especialmente para cada noivinha. Num desses cantinhos havia também vidrinhos de repelente, feito de forma artesanal, pois festa na fazenda, fim de tarde, já viu, não é?

 

Plaquinhas personalizadas,  vidrinhos de repelente, feito de forma artesanal, pois era festa na fazenda.

 

Bem, acho que já deu pra ver, pensar e sentir que dei mais de uma dúzia de dicas pra você que é artesã (o) e apreciador desse campo de trabalho voltado para festas e atenta para os produtos que fazem parte desse universo e surpreendem sempre. Entendo que nada do que apresentei aqui é novidade.

Pense em cada ideia que vi e registrei aqui. Imagine-se parte dessa celebração, seja como padrinho/madrinha, parente ou só como convidado, de que maneira você apreciaria as sugestões citadas, se tivesse que mudar o que e como você mudaria.

Se todos os itens mencionados são antigos e estão “na praça” há muito tempo, tudo bem, mas pense que o seu jeito de fazer, de apresentar e até de vender o produto pode ser novo e diferente!

Vale questionar: Que outro tipo de embalagem, de material, de acabamento poderia usar? Como apresentar algum elemento facilitador/surpresa para esse campo negócios? Esses questionamentos podem levar a respostas surpreendentes. Uma nova “roupagem” pode ser apresentada para produtos necessários em uma festa de casamento.

 

Os talheres estão embalados com uma sacolinha de pano personalizada com o menu.

 

Uma boa dica é ter em mãos uma lista de profissionais da área. Cerimonialistas, acessores, organizadores de eventos são pessoas mais próximas dos noivos e ter contatos com eles certamente ajudará muito. A lista de fornecedores para um casamento é imensa e você, artesão pode e deve estar inserido nela.

Pensar e separar um tempo na divulgação de seus trabalhos é interessante e necessário. De um cartão interessante ao uso das mídias sociais, vale tudo!

Se você está gostando desse artigo,venha fazer parte da nossa lista VIP. 

Receba as nossas dicas GRATUITAS sobre como utilizar as novas mídias para vender o seu artesanato. Para receber nossa dicas direto no seu whatsapp clique na imagem abaixo e me envie um zap como seu nome e o tipo de artesanato que você faz!

 

Escalope rosa com a frase quero ser VIP em branco.

 

 

 

Seja VIP e fique por dentro de todas as nossas novidades

Veja também alguns artigos como:

 Crochê como profissão

Descubra os diversos nichos do scrapbook!

Patchwork, Patchaplique e Prensa Térmica

Pintura em tecidos

Produção de casamentos  usando produtos artesanais

Espaço KIDS em casamento.

Vintage, Rústico, Boho e Shabby chic

Artes em feltro

Patchwork, Patchaplique e Prensa Termica

Lembro de quando iniciei nesse universo maravilhoso, por onde andava, estava sempre de olho na mão direita das moças, pois elas eram o meu alvo. Caixas de supermercado de lojas ou qualquer outro posto de atendimento não passavam se o meu olhar rápido e discreto sobre suas mãos. Tinha sempre comigo fotos, um pequeno álbum para mostrar meu trabalho e quantos orçamentos foram fechados com essa prática! Para isso capriche nas fotos do seu produto e mostre que o “feito a mão” tem a sua beleza e o seu valor. Vale lembrar que ter registro dessas peças expostas nos eventos garante ótimos resultados.

Sobre divulgação em mídias sociais, o Ateliê Escola apresentou um  artigo sobre como usar o Instagram. Dê uma olhada, vale a pena.

Acredito que todo artesão faça o uso da visão periférica com muita propriedade e muitos já perceberam que é uma arma poderosa para a criação de novos produtos. Então vá em frente, insista, pesquise e novas surpresas serão apresentadas no mundo encantado das festas.

Continuo esperando suas sugestões e comentários para novos artigos.

Mais detalhes e fotos você poderá encontrar em nossa página:

https://www.facebook.com/groups/casaredecorar/

Grande abraço!

Dirce Melo.